COMPARTILHE

O tratamento de lesões cutâneas é dinâmico e depende, a cada momento, da evolução das fases de cicatrização. Depois de muitos estudos e com o auxílio da tecnologia, algumas substâncias passaram a ser importantes com o objetivo de promover celeridade à recuperação do paciente. No caso dos curativos especiais, há diversos tamanhos, feitos a partir de diferentes substâncias especiais e pode ser indicado para variados fins, é mais uma das intervenções utilizadas no tratamento de feridas complexas ou de difícil cicatrização, com grande índice de sucesso em sua finalidade. Sendo assim, a indicação/critério de cada curativo decorre do conhecimento fisiopatológico e bioquímico da reparação tecidual. Pensando no termo ferida, observa-se o quão abrangente ele é. Como parte de qualquer curativo, para que seja bem sucedido é preciso saber, em primeiro lugar, o que causou a lesão a ser tratada ou a que impede de cicatrizar ¹ ².

Vale ressaltar que, os curativos garantem bastante sucesso na cicatrização de feridas, mas sozinhos não costumam avançar no tratamento. As lesões complexas, de difícil cicatrização, devem ser tratadas por uma equipe multidisciplinar, já que vários fatores, como o aporte nutricional do paciente, por exemplo, podem influenciar na reparação tecidual.

 

Referências Bibliográficas

  1. Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares. Unirio. Procedimento Operacional Padrão. Comissão de prevenção e tratamento de feridas. Coberturas para feridas, 2020. Disponível em: http://www2.ebserh.gov.br/documents/1132789/1132848/POP+8.2_COBERTURAS+PARA+FERIDAS.pdf/8fcd67a5-2f5c-4a84-9a87-36afdc21d725.
  2. Centro de Tratamento Integral de Feridas. Coberturas especiais no tratamento de feridas. Maio, 2020. Disponível em: https://o2hiperbarica.com.br/coberturas-especiais-no-tratamento-de-feridas/