COMPARTILHE

Ação ‘Mentalize’ abordará temas como ansiedade, depressão, transtornos de aprendizagem e envelhecimento em três encontros virtuais com objetivo de desmistificar e reduzir estigmas relacionados a doenças mentais 

O Ministério da Saúde promove uma série de ações com o objetivo de informar à população sobre questões envolvendo doenças mentais, na expectativa de promover saúde e bem-estar do brasileiro diante da pandemia da Covid-19. A primeira iniciativa consiste em três eventos virtuais do programa “Mentalize: sinal amarelo para atenção à saúde mental” que está marcado para os dias 25, 26 e 27 de agosto, sempre às 19h, no canal do Youtube do Ministério da Saúde. Serão encontros onlines, abertos ao público em geral, que reunirão especialistas para falar sobre temas que envolvem saúde mental com o foco na saúde da criança e do adolescente, dos trabalhadores e dos idosos. O objetivo é desmistificar e reduzir estigmas sobre doenças mentais.

O primeiro evento virtual, desta terça-feira (25/08), vai abordar questões que envolvem a saúde mental das crianças e dos adolescentes, com temas como Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH); transtornos de aprendizagem; drogas lícitas e ilícitas; e o uso inadequado da internet e dos jogos eletrônicos. O segundo encontro, na quarta-feira (26/08), tem foco na saúde do trabalhador. Serão abordados assuntos relativos à depressão, ansiedade, Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) e Síndrome do Esgotamento Profissional.

No terceiro dia, quinta-feira (27/08), o encontro virtual focará na saúde do idoso, abordando a depressão e demência, o processo de envelhecimento e a reorientação da rotina diária. Os programas contarão com especialistas de cada área que tratarão dos assuntos de forma leve e informativa. Os debates serão intercalados com apresentações artísticas e lúdicas. Acompanhe pelo Canal do Ministério da Saúde no Youtube.

Para saber mais sobre a ação, acesse:  https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/47391-ministerio-da-saude-reune-especialistas-para-falar-sobre-saude-mental

 

Fonte: Ministério da Saúde