COMPARTILHE

A Unidade Odontológica Móvel (UOM) é um instrumento de trabalho das equipes de saúde bucal da Estratégia de Saúde da Família, instituída pela Portaria GM/MS nº 2.371, de 07 de outubro de 2007. São consultórios odontológicos estruturados em veículos devidamente adaptados e equipados para o desenvolvimento de ações de atenção bucal. É doada pelo Ministério da Saúde, instância que define critérios para a doação². A Equipe de Saúde Bucal atenderá na UOM, seguindo os princípios e diretrizes definidas pela Política Nacional de Saúde Bucal, atuando para garantir as ações de promoção e prevenção e o atendimento básico às populações: rurais; quilombolas; assentadas; e em áreas isoladas ou de difícil acesso¹.  A continuidade da atenção à saúde bucal das populações atendidas pela UOM se dará referenciando aos Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) e/ou aos Laboratórios Regionais de Próteses de acordo com a necessidade².

O desenvolvimento de ações na perspectiva do cuidado em saúde bucal tem os seguintes princípios: Gestão Participativa; Ética; Acesso e Acolhimento³.

Em relação às UOM serão compostas por³:

  1. I) Veículo devidamente adaptado para a finalidade de atenção à saúde bucal e equipado com:
  2. Cadeira odontológica completa (com equipo/sugador/refletor);
  3. kit de peça de mão contendo caneta de alta rotação, contra-ângulo, peça reta e micromotor;
  4. aparelho de Raio X – Odontológico;
  5. compressor odontológico com sistema de filtragem;
  6. amalgamador odontológico;
  7. fotopolimerizador de resinas; e
  8. II) Os instrumentais e materiais permanentes deverão ser adquiridos e instalados pelo gestor municipal do SUS.

Lembrando os três tipos de Equipe de Saúde Bucal (ESB)¹: Modalidade l; Modalidade ll e Modalidade lll.

REFERÊNCIAS:

  1. BRASIL. Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Brasil Sorridente. Disponível em: http://dab.saude.gov.br/portaldab/ape_brasil_sorridente.php?conteudo=uom
  2. BAHIA. Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB). Superintendência de Atenção Integral à Saúde. Diretoria de Gestão do Cuidado. Coordenação de Políticas Transversais. Área Técnica de Saúde Bucal (ATSB). Manual Orientador para os técnicos dos Núcleos e Bases Regionais de Saúde e Coordenadores Municipais, Bahia, 2017.
  3. BRASIL. PORTARIA Nº 3.626, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2017. Habilita o Estado, Município ou Distrito Federal a receber recursos financeiros de capital destinados à execução de obras de ampliação.

Teleconsultoria respondida por: Adeilda Ananias de Lima, Teleconsultora de Odontologia. Cirurgiã-dentista, especialista em Saúde Integral à Família com ênfase na Estratégia da Saúde da Família e em Saúde Coletiva.